Fact Sheets

O projecto da USAID Saúde para Todos apoia o Ministério da Saúde de Angola, A Direcção Nacional de Saúde Pública, o Programa Nacional de Controlo da Málaria e o Instituto Nacional de Luta Contra a SIDA na utilização eficaz dos recursos de Angola por forma a satisfazer a necessidades da sua população em matéria de saúde.

O projecto global da USAID da Cadeia de Gestão de Compras e de Fornecimento (PSM) utiliza tecnologias de ponta e as melhores práticas para aumentar a eficiência das cadeias de fornecimento em matéria de saúde.  Assegura um fornecimento ininterrupto de produtos fármacos para pessoas em todo o mundo, apoiando as iniciativas globais dos Estados Unidos em termos de saúde pública. 

A organização internacional sem fins lucrativos, Cultivando Novas Fronteiras na Agricultura (CNFA) está a implementar um programa quinquenal, Agricultor para Agricultor (F2F), financiado pela USAID, na África Austral, incluindo Angola, Malawi e Moçambique.

O projecto da USAID intitulado  Criar Comunidades Sustentáveis no Abastecimento de Água, Saneamento e Higiene, melhora as instalações de abstecimento de água potável e de saneamento de maneira a ser gerido pelas comunidades. O projecto incentiva a adopção de práticas de higiene por forma a reduzir as doenças transmitidas pela água no Munícipio do Songo, Província do Uíge. É mais conhecido nesta região de  dialecto Kikongo, como Maza yi Moyo – Água é Vida! 

O projecto da USAID de abastecimento Água Potável e Saneamento Gerido pelaa Comunidades melhora a gestão de água. Através de um sistema de actividades de gestão comunitária de água, ajudamos a assegurar a acessibilidade de água potável aos consumidores e a manutenção das infraestructuras hidrícas. Uma componente importante deste sistema é a criação de estruturas de gestão de água, saneamento e a capacitação das comunidades através da mobilização social. Ajudamos igualmente as administrações locais a planificarem e a implementarem os sistemas nas suas juridições.

As exurradas que acontecerão em Março de 2015, desalojaram aproximadamente 10.000 pessoas, cujas casas foram arrastadas no dilúvio, mataram mais de 100 pessoas. Em resposta, o Ministério dos Petróleos procurou ajuda das Empresas Associadas da Associação das Companhias de Exploração Petrolífera em Angola (ACEPA).  Doze empresas conseguiram um montante no valor de 1.2 milhões de dóalres para apoiar o desenvolvimento de uma nova comunidade numa área segura, do bairro 11 de Março em Cabrais, no Munícipio de Catumbela com um centro de saúde.

On February 24, the UN Security Council (UNSC) unanimously adopted a resolution demanding a 30-day nationwide ceasefire in Syria to allow unimpeded and sustained humanitarian access to conduct life-saving interventions. However, Syrian Arab Republic Government (SARG) airstrikes and bombardments continued in Rif Damascus Governorate’s SARG-besieged Eastern Ghouta region following the resolution, and the SARG launched a ground offensive in the region on February 25, according to international media.

On March 6, U.S. Secretary of State Rex W. Tillerson announced more than $128 million in new FY 2018 funding for the humanitarian response in the Lake Chad Basin region, comprising areas of Cameroon, Chad, Niger, and Nigeria. The figure includes more than $13 million in USAID/OFDA funding, more than $96 million in USAID/FFP funding, and nearly $19 million in State/PRM funding.

Djibouti is a key strategic partner to the United States in the Horn of Africa. USAID reestablished its office here in 2003 and has since provided development assistance for basic health services, basic education, and democracy and good governance. With the growing importance of the US/Djibouti relationship and given tremendous need, USAID is also planning various new Economic Growth initiatives in partnership with the government of Djibouti (GoDj).  Djibouti faces many challenges, including chronic drought and food insecurity; a lack of skilled workers; high unemployment; high electricity costs; poor health indicators; and a growing influx of climate change refugees and Yemeni refugees.  Combined, these challenges severely strain the already limited resources of the Djiboutian government. Sustained assistance to this small but strategically important country is critical to its prosperity and to stability across the Horn of Africa.

On March 6, the U.S. Government (USG) announced an additional $184 million in humanitarian assistance for the South Sudan response, including $145 million for interventions in South Sudan and nearly $39 million for life-saving assistance to South Sudanese refugees in neighboring countries. The new funding comprises more than $107 million from USAID/FFP, nearly $17 million from USAID/OFDA, and more than $60 million from State/PRM

Pages

Last updated: June 24, 2018

Share This Page